Saltar para o conteúdo principal da página
A carregar...

Projeto Portugal 2020

Linha do Oeste - Modernização do Troço Meleças - Caldas da Rainha

Ficha de projeto

Nome

Linha do Oeste - Modernização do Troço Meleças - Caldas da Rainha .

Valor de financiamento

37,77 milhões € .

Valor executado

11,54 milhões € .

Código de operação

POCI-04-2958-FEDER-000002 .

Data de conclusão

31.12.2023 .

Sumário

A Modernização do troço Meleças-Caldas da Rainha da linha do Oeste, desenvolve-se entre a saída da estação de Meleças ao km 20,320 até norte da estação de Caldas da Rainha ao km 107,740. As principais intervenções serão desenvolvidas ao longo de 105,42 Km (incluindo as zonas de duplicação de via e variante) e dizem respeito: • Eletrificação de todo o troço e construção de uma SST (subestação de tração); • Construção de dois troços de via dupla (desvios ativos) com cerca de 16 km; • Construção de traçado variante da via existente em cerca de 2km; • Renovação pontual e retificação do traçado de via; • Supressão, reclassificação e automatização de passagens de nível; • Construção de desnivelamentos superiores e inferiores ao caminho-de-ferro; • Intervenção pontual de edifícios e plataformas de passageiros em estações e apeadeiros; • Simplificação de layout das estações existentes; • Construção de uma nova estação ferroviária em São Mamede; • Reforço estrutural, beneficiação e rebaixamento da via nos túneis da Sapataria, Boiaca, Cabaço e Certã para permitir a respetiva eletrificação; • Instalação de sistema de proteção de pessoas e equipamentos - Retorno de Corrente de Tração e Terras de Proteção (RCT+TP); • Execução de infraestruturas de caminhos de cabos para os sistemas de sinalização, telecomunicações e RCT+TP. • Construção de salas técnicas para os sistemas de sinalização e telecomunicações; • Implementação de sistemas de sinalização eletrónica, telecomunicações, controlo automático de velocidade, telecomando de catenária, comunicação solo-comboio (GSM-R) e adaptação das interfaces com os sistemas de sinalização existentes e do CCO de Lisboa. Este projeto de investimento permitirá reforçar as condições de segurança da circulação ferroviária, diminuir os custos de exploração, melhorar e harmonizar as condições de exploração, através de um horário cadenciado e consistente e da redução dos tempos de percurso. As intervenções previstas permitirão implementar uma oferta competitiva de serviços nas ligações Caldas da Rainha – Torres Vedras – Lisboa potenciando a captação de passageiros pelo transporte ferroviário, modo de transporte “limpo” e consequentemente promovendo uma mobilidade mais sustentável.

Beneficiários do financiamento

Distribuição geográfica do financiamento

37,77 milhões €

Valor de financiamento

Onde foi aplicado o dinheiro

Por sub-região

1 sub-região financiada .

  • Oeste 37,77 milhões € ,
Fonte AD&C, GPP
30.11.2023