Saltar para o conteúdo principal da página
A carregar...

Projeto PRR

Sustainable Stone by Portugal - Valorização da Pedra Natural para um futuro digital, sustentável e qualificado

Ficha de projeto

Nome

Sustainable Stone by Portugal - Valorização da Pedra Natural para um futuro digital, sustentável e qualificado

Valor total do projeto

32,82 milhões €

Valor pago

10,56 milhões €

Financiamento não reembolsável

32,82 milhões €

Financiamento por empréstimos

0 €

Data de início

01.07.2021

Data de conclusão

30.06.2026

Dimensão

Resiliência

Componente

Investimento e inovação

Investimento

Agendas/Alianças Verdes para a Inovação Empresarial

Código de operação

02/C05-i01.02/2022.PC644943391-00000051

Sumário

A Agenda Mobilizadora Sustainable Stone by Portugal tem como principal objetivo potenciar o relevante trabalho mobilizador e agregador que tem sido realizado no contexto do Setor da Pedra Natural, para a criação de uma nova geração de produtos e processos produtivos, fortemente disruptivos e inovadores, que fortaleçam a capacidade do setor para crescer com pendor internacional, contribuindo, desta forma, para o crescimento e consolidação do setor enquanto estratégico para o desenvolvimento sustentável da economia portuguesa. Mais concretamente, a presente Agenda pretende desenvolver e implementar um novo ecossistema de especialização, com projeção internacional, que permita a valorização eficaz do conhecimento tecnológico, concretizando os processos industriais necessários para uma transição digital e sustentável, usando, de igual forma, novos produtos, tecnologias e técnicas com um cariz marcadamente sustentável.

Beneficiários

No âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência, existem duas tipologias de beneficiário que têm a responsabilidade de executar os projetos, aplicando o financiamento recebido. Dado o seu papel comum, a referência a estas duas tipologias de beneficiário foi simplificada e unificada no termo “Beneficiário”.
As duas tipologias são:
  • Beneficiários Diretos são aqueles cujos financiamento e projetos a executar constam do Plano de Recuperação e Resiliência negociado e aprovado pela União Europeia;
  • Beneficiários Finais são aqueles cujos financiamento e projetos a executar são aprovados após um processo de seleção, feito através de Avisos de Candidaturas.

Aviso de Candidaturas

Na realização dos Avisos de Candidaturas são solicitadas candidaturas para a escolha dos projetos e dos beneficiários finais a quem é atribuído o financiamento.

A avaliação do projeto é realizada com base na sua conformidade com os critérios de seleção definidos nos avisos de candidatura, podendo ser atribuída uma nota final, quando aplicável.

Nota final da avaliação

4,2
Nota importante

Poderá encontrar os componentes do cálculo da nota de avaliação no documento de critérios de seleção referenciado em baixo.

Critérios de seleção

Os critérios de seleção de financiamento a que este projeto e respetivo beneficiário final esteve sujeito e a sua classificação podem ser consultados em detalhe na plataforma Recuperar Portugal.

Beneficiários

Beneficiários intermediários

Beneficiários

Contratação pública

Os Beneficiários que sejam entidades públicas operacionalizam o seu projeto através da celebração de um ou mais contratos de fornecimento de bens ou serviços com entidades fornecedoras, através de procedimentos de contratação pública.

De forma a garantir e disponibilizar o máximo de transparência na contratação pública, é aqui disponibilizada a listagem dos contratos que foram celebrados ao abrigo deste projeto e respetivo detalhe que poderá consultar na plataforma Base.Gov. De realçar que de acordo com a legislação em vigor no momento da celebração do contrato, existem exceções que não exigem a sua publicação nesta plataforma, pelo que nesses casos, poderá não existir informação disponível.

Distribuição geográfica

32,82 milhões €

Valor total do projeto

Percentagem de valor já pago para a execução de projetos

, 32,2 %,

Onde foi aplicado o dinheiro

Por concelho

25 concelhos financiados .

  • Santarém 6,75 milhões € ,
  • Porto de Mós 5,95 milhões € ,
  • Alcobaça 3,66 milhões € ,
  • Lisboa 3,05 milhões € ,
  • Ourém 2,66 milhões € ,
Fonte AD&C, EMRP
19.06.2024